Mais populares

Mais populares

PM's são presos suspeitos de assassinar Marielle Franco

Março 12, 2019 - 13:22
0 comments

Até o momento desta matéria ainda não se tem conhecimento dos mandantes do assassinato.

Vem sendo divulgada nas redes sociais uma foto de um dos assassinos, Élcio, com o presidente Jair Bolsonaro. Além disso, o atirador, Lessa, residia no mesmo condomínio que Bolsonaro, na Barra da Tijuca. A palavra "coincidência" chegou a ser um dos assuntos mais comentados no Twitter devido a esses fatos.

O tempo está se esgotando

Janeiro 13, 2020 - 11:45
Publicado em:
0 comments

Esse bombardeio foi feito em parte como uma retaliação estadunidense à tomada parcial da embaixada usamericana em Bagdá (https://g1.globo.com/…/manifestantes-tentam-invadir-embaixa…), no último dia de 2019, por manifestantes armados, inclusive das Forças de Mobilização Popular iraquianas e de outros manifestantes desarmados, após uma marcha de protesto contra os

Manifestação contra a reforma da previdência lota o centro do Rio

Março 24, 2019 - 21:03
0 comments

A manifestação contou com a presença de milhares de pessoas, e fechou uma das quatro vias da avenida Presidente Vargas, ganhando apoio de pessoas que trabalhavam pelo centro enquanto o ato passava. O protesto se encerrou por volta das 19 horas, na Central do Brasil, de forma pacífica. A Polícia acompanhou o ato de longe, porém no final da passeata houve uma tensão após alguns policiais montarem um bloqueio impedindo a passagem da manifestação.

A reforma da previdência

Sociologia e Filosofia: Bolsonaro está errado em cortar verbas?

Abril 27, 2019 - 16:31
Publicado em:
1 comments

Primeiro é preciso entender do que se tratam as Ciências Humanas, como a Sociologia e a Filosofia, e como seu ensino é aplicado para os jovens nas escolas do país, para depois entendermos a medida do governo de cortar verbas para estas áreas. Você, independente da sua posição sobre o assunto, já se perguntou o que um cientista social estuda? O que um historiador estuda? O que um sociólogo estuda? De onde vem essas disciplinas?

Curso Movimento Sindical e Movimento Social de Base

Abril 19, 2019 - 17:05
0 comments

O anarcosindicalismo e sindicalismo revolucionário no Brasil construiu a organização sindical autônoma e de base das trabalhadoras e trabalhadores nos últimos anos do século dezenove. Através dela conquistou direitos como as 8 horas diárias de trabalho e proibição do trabalho infantil. Sua trajetória conta com momentos de perseguição, prisão, assassinatos pelo Estado Brasileiro, pelo patronato capitalista e organizações reformistas de partidos de esquerda.

Rio de Janeiro-RJ: Cerco e repressão durante a final da Copa do Mundo | Represión durante manifestación el último día de la Copa

Julho 13, 2014 - 00:00
Publicado em:
0 comments

Neste domingo, 13 de julho, dia da final e encerramento da Copa do Mundo, cerca de mil manifestantes se reuniram na Praça Saens Peña em ato contra as irregularidades da Copa e contra a militarização das favelas. Pelo menos dois eventos foram puxados pela internet e marcados para o mesmo horário, às 13h: o Ato “Fifa Go Home! Não vai ter final! e o Ato “A festa nos estádios não vale as lagrimas nas favelas - Um ano da tortura e desaparecimento do pedreiro Amarildo”.

Rio de Janeiro-RJ: 10ª edição do evento CIRCULANDO – Diálogo e Comunicação na Favela”

Dezembro 06, 2014 - 00:00
Publicado em:
0 comments

Neste dia 06 de dezembro de 2014 ocorreu a “10ª edição do evento CIRCULANDO – Diálogo e Comunicação na Favela”, no Complexo do Alemão, realizado pelo “Instituto Raízes em Movimento”. O dia começou cedo, às 9hs da manhã e terminou pelas 23hs, com uma programação bastante diversificada.

Carta de Saída da CSP Conlutas

Julho 19, 2012 - 00:39
0 comments

Nota da Coordenação Nacional do MTST

O MTST esteve na CSP Conlutas desde sua fundação, no Conclat de 2010. Diante da divisão que se estabeleceu naquele Congresso, optamos por compor a Central que dele surgiu, por acreditarmos na proposta de unificar organizações combativas da classe trabalhadora - no movimento popular e sindical.

O Povo que se Atreveu a Resistir: Ação Direta e Resistência na Comunidade de Pinheirinhos

Janeiro 16, 2012 - 00:26
Publicado em:
0 comments

Texto da Organização Popular/RJ sobre o processo de luta dos moradores do acampamento do Pinheirinho, localizado na zona sul de São José dos Campos, que resistiram com cães e armas improvisadas a reintegração de posse do local.

Organização Popular

Começamos este texto com uma imagem, uma imagem que chega aos olhos, mas atravessa o coração, e deste, tira suas lições. De um lado, mães, crianças, trabalhadores e trabalhadoras; sem-tetos. Do outro, um especulador imobiliário, o governo do estado de São Paulo e a prefeitura de São José dos Campos. De um lado, o direito de viver, de ter um teto, de ter um lar. Do outro, o direito de explorar, de especular, de lucrar sem trabalhar. De um lado, a terra como vida e trabalho, de outro a terra como lucro e mercadoria! O que vemos é um conflito de classes. De um lado o nosso povo, sofrido, mas sempre aguerrido. Do outro, os exploradores e seus instrumentos de repressão e a justiça dos ricos em seu favor.

Debate público: Greve Geral, 100 anos - #julhocentenário

Junho 27, 2017 - 21:54
Publicado em:
0 comments
#juliocentenário

No próximo sábado, dia 1º de julho de 2017, como parte das atividades do #julhocentenário, organizaremos (em colaboração com uma série de outros coletivos autonomos da cidade) no Largo do Paissandu, um debate público sobre a Greve Geral de 1917 e a situação da luta de classes nos dias atuais.

Por que erramos ao gritar Diretas Já?

Maio 24, 2017 - 23:47
11 comments

Em meio ao caos generalizado no qual transformou-se a política institucional brasileira e mundial nos últimos anos, discursos incoerentes vem ganhando destaque na mídia e espaço entre a população de forma assustadora. Tendo em vista a polarização no espectro político nacional, de um lado temos o discurso assumidamente de direita – na maior parte das vezes oriundo das classes média e alta, eleitores de partidos como o PSDB e o PMDB, que pautam a ideologia neoliberal, como João Dória, ou defensores de políticos assumidamente conservadores e autoritários como Jair Bolsonaro e sua família, defensores da intervenção militar – e do outro lado temos o discurso fantasiado de esquerda mas que compôs a mesma agenda neoliberal que dizia combater, é o caso do PT, CUT e sua base, que estavam desaparecidos mas agora reapareceram nas ruas, após anos de silêncio, mesmo diante da aprovação de leis de repressão e censura como a lei antiterror aprovada por Dilma, o silêncio diante do genocídio nas favelas durante o governo PT, as diversas remoções para dar lugar aos megaeventos e o massacre contra o povo indígena financiado por empresários ligados ao partido, que ainda contou com a nomeação de Kátia Abreu.

Páginas